Nominee

Grupo Map

6 dicas para melhorar a segurança em sua empresa

Postado em 22 de setembro de 2016 às 11:49.

O alto índice de insegurança que tem sido registrado ultimamente está fazendo com que as empresas busquem, cada vez mais, soluções que garantam a segurança do patrimônio, das informações e também dos colaboradores. Em alguns casos, o investimento pode ser bem alto, mas colocando na ponta do lápis o prejuízo que pequenos furtos ou grandes roubos podem causar, é um investimento que vale a pena.  Veja abaixo sete dicas de segurança e descubra como manter a sua empresa protegida.

1.     Estabeleça o horário comercial de funcionamento

 

O horário comercial é o momento de maior movimento, com um bom fluxo de pessoas, o que pode garantir um pouco mais de segurança. Se você trabalha com comércio, também é importante ficar atento à abertura e ao fechamento, evitando que sejam feitos em horários de pouca movimentação, principalmente quando o estabelecimento está localizado na rua.

2.     Invista em alarmes

 

Alarmes ajudam a controlar eventuais disparos e ainda é possível programar o horário de abertura e fechamento para evitar que o sistema fique desativado, assim como identificar e informar quando aberturas não autorizadas forem realizadas. E, mesmo se já tiver segurança na empresa, vale a pena apostar na tecnologia para reforçar a segurança.

É importante reforçar que o acesso a todo sistema de segurança da sua empresa deve ser feito somente por pessoas autorizadas e de confiança. Este dispositivo é de grande responsabilidade e envolve a segurança do seu negócio. Não confie essa tarefa a qualquer pessoa.

3.     Instale câmeras de segurança visíveis

 

Não é garantia de que nenhum tipo de furto irá ocorrer, mas em muitas situações, a presença de uma câmera de segurança inibe bastante qualquer ação inadequada. Sem contar que as câmeras podem capturar as imagens do incidente, permitindo a busca pelos responsáveis e possíveis punições adequadas.

Como medida preventiva, é importante verificar que a instalação de câmeras seja feita em locais visíveis, como salas e corredores da empresa. Ter placas avisando que o ambiente está sendo monitorado também costuma ser eficiente para inibir ações indesejadas.

4.     Controle de quem entra na empresa

 

Controlar quem frequenta a empresa possibilita um controle maior sobre o que acontece nas instalações e quais pessoas desconhecidas estão circulando por ela, deixando o ambiente menos vulnerável e mais monitorado.

Passar a impressão de que a empresa investe em segurança e está constantemente monitorado é uma boa estratégia para tentar minimizar ações prejudiciais e criminosas.

5.     Controle de informações

 

Além da segurança física, cuidar das informações da empresa e dos clientes também é fundamental. Escolha bem o sistema que vai utilizar e deixe um computador apenas para o uso desse sistema, sem ter acesso às atividades que não sejam relacionadas ao trabalho.

Avalie bem seus sistemas de pagamento e cadastros e faça monitoramentos frequentes.

6.     Contrate serviços de segurança

 

Se a sua empresa ou comércio não tem um setor experiente na área de segurança, uma boa dica é optar pela terceirização do serviço de uma empresa especializada no assunto. Essa decisão pode garantir acesso aos melhores equipamentos de monitoramento para manter sua empresa protegida.

Ter acesso ao que acontece na área interna do seu estabelecimento é essencial para evitar furto, roubos e garantir a segurança de tudo e de todos.

 

Essas são algumas dicas para que sua empresa, seus clientes e seus empregados estejam cercados de mais segurança. Não é necessário adotar todas as medidas ao mesmo tempo, mas é importante escolher com cuidado e atenção qual dessas soluções é a mais adequada para a sua empresa.

Comentários